sexta-feira, outubro 26, 2007

Fernanda Young

Para a tristeza.

Companheira, sei que você vai chorar quando ler esta carta, mas quero deixar de ver você por uns tempos. Vai ser difícil para mim, pois me acostumei à sua presença, porém não vejo mais motivos para continuarmos juntas. Não nego sua importância; em diversos momentos difíceis da minha vida você permaneceu comigo, mesmo quando todos se afastaram. Só que, com você, sinto que não ando para a frente. Esse seu pessimismo me atrapalha.
Tenho tentado evitar você de todas as maneiras, e isso não é legal. Ainda mais porque sei que se magoa por qualquer coisinha. Mas basta você chegar e lá se vai minha alegria. Não agüento mais os seus assuntos mórbidos, a sua cara desanimada. Até sexo, com você, ficou sem graça. Nada mais broxante do que gente que chora durante a transa.
Perdi anos de minha vida ao seu lado, tristeza, acreditando em tudo que você dizia. Que o amor não existe e o mundo não tem jeito. Você é péssima conselheira para suas parceiras - que o digam a Marilyn e a Sylvia*. Agora, chegou a hora de dar chance à alegria, que há muito tem mostrado interesse em passar uns tempos comigo. Ela me elogia, sabe? Você? O único elogio que eu lembro de ter ouvido de você foi que eu fico bem de olheiras.
Veja bem: não estou dizendo que quero acabar com você para sempre. Sei que estou presa a você, de uma forma ou de outra, pelo resto da vida. E podemos muito bem ter os nossos momentinhos juntas, aos domingos ou em longas tardes de poesia. Só não posso é continuar à mercê dos seus péssimos humores, dia após dia, sabendo que você nunca irá mudar. Chega de fornecer moradia à sua pesada existência.
Desde pequena, abro mão de muita coisa pela sua companhia. Festas a que não fui porque você não me deixou ir, paisagens lindas nas quais não reparei porque você exigiu de mim total atenção, amigas que perdi porque insisti em levar você comigo a todos os lugares. Ora, tristeza, tente ao menos ser mais leve. Sorria de vez em quando, pare um pouco de se lamentar. Ou vai continuar sendo assim: ninguém querendo ficar com você. Não vou cobrar o que deixei de ganhar por sua má influência, pois sei que tristezas não pagam dívidas. Mas quero de volta meus discos de dance music, que você tirou da prateleira. E minhas roupas estampadas, que sumiram do meu armário depois que você se instalou aqui.
Por favor, não tente entrar em contato comigo com as mesmas velhas razões de sempre. Não é a fria lógica dos seus argumentos que irá guiar meu coração daqui por diante. Quero ver a vida por outros olhos, que não os seus. Quero beber por outros motivos, que não afogar você dentro de mim. Cansei da sua falta de senso de humor, do seu excesso de zelo. Vá resolver as suas carências em outro endereço.
Como me disse o Lulu, hoje de manhã, no carro, a caminho do trabalho: "Não te quero mal, apenas não te quero mais".

13 comentários:

miya disse...

"E podemos muito bem ter os nossos momentinhos juntas, aos domingos ou em longas tardes de poesia."

demaais essa parte!
sempre com belos textos =)
beeeijo, brankinha

CresceNet disse...

Oi, achei seu blog pelo google está bem interessante gostei desse post. Gostaria de falar sobre o CresceNet. O CresceNet é um provedor de internet discada que remunera seus usuários pelo tempo conectado. Exatamente isso que você leu, estão pagando para você conectar. O provedor paga 20 centavos por hora de conexão discada com ligação local para mais de 2100 cidades do Brasil. O CresceNet tem um acelerador de conexão, que deixa sua conexão até 10 vezes mais rápida. Quem utiliza banda larga pode lucrar também, basta se cadastrar no CresceNet e quando for dormir conectar por discada, é possível pagar a ADSL só com o dinheiro da discada. Nos horários de minuto único o gasto com telefone é mínimo e a remuneração do CresceNet generosa. Se você quiser linkar o Cresce.Net(www.provedorcrescenet.com) no seu blog eu ficaria agradecido, até mais e sucesso. (If he will be possible add the CresceNet(www.provedorcrescenet.com) in your blogroll I thankful, bye friend).

Luana Leite disse...

Adoro Fernanda.

Bruna Malaquias disse...

Fernanda Young é do caralho. Comtemporaneíssima -se é que essa palavra existe.

Leia os VOTOS DE SUBMISSÃO que estão no Dores do Amor romântico.
Você irá se apaixonar!

Até mais!!

ANJOS ADVOGADOS disse...

Parabéns por ser quem vc é.

ELISA disse...

FERNANDA
ADORO VOCE, SEU TRABALHO NA TV E AMO MUITO..MUITO SEUS LIVROS.E FICO MTO FELIZ EM JÁ TER VISTO MEU NOME EM DOIS DELES:"ARITMETICA" E "VERGONHA DOS PÉS".
CONTINUE FAZENDO MUITO SUCESSO,TE DESEJO DE TODO CORAÇÃO!
BJO,ELISA

julio disse...

Em 31/01/09 ouvi pela CBN uma entrevista sua, um pedaço, pois tinha acabado de ligar o rádio. Resolvi ver o tal do blog, alguma coisa relacionada a rosa e achei esta aqui. Se é desta maneira que escreve, então há uma terrível contradição entre o que voce disse e o que escreveu. Continua ligada às paixões insuportáveis tentando desvencilhar-se e não consegue e nem vai conseguir, minha opinião. Ao mesmo tempo adora ter ao seu lado esta coisa que motiva muita gente a escrever, sempre a mesmo assunto, parece novela. Dizer sim agora para poder negar em outra, um conflito interminável, procurar um barranco para se escorar, mesmo sabendo que um dia ela vai desmoronar, mas ao mesmo tempo adora ser soterrada. Ainda que procure pelas coisas sólidas que independe das coisas materiais e racionalmente possível, a escolha depende da maturidade espiritual, entrar em devaneio não é o melhor caminho. Se o que quer é somente satisfazer o ego, provavelmente já conseguiu. Boa sorte, um abraço!

Anônimo disse...

VOCE FERNABDA YOUNG VIVE DA SOMBRA DAS OUTRAS PESSOAS, O BUBUM E PAIXAO TRADICIONAL E MUNDIAL DO BRASIL, BBB E UM PROGRAMA QUE SE CHAMA BIG BROTHER, NASCEU NA HOLANDA E FEZ SUCESSO, JA TA ENJOANDO MAS O POVAO GOSTA. CONCORDO COM VOCE , NAO DEVERIAN DIMINUIR NADA NO FOTO SHOP, A MULHER MELANCIA E LINDA E GOSTOSA E CONCORDO COM VOCE DE QUE FOTO SHOP COM UMA MULHER DAQUELA NAO TA COM NADA. AGORA FERNANDA, PARA DE FALAR MAL E CRITICAR AS MENINAS, PORQUE ISSO DA A PARECER QUE VOCE E RECAUCADA DEMAIS DA CONTA. DEICHA A ANDRESA SOARES EM PAZ, SE VOCE ACHA ELA UMA BERRACAO, OS OUTROS ACHAN ELA UMA PRINCESA, PORQUE VOCE FERNANDINHA E FEIOSA DE ONTEN HOJE E SEMPRE. SUA PLYBOY NAO TA COM NADAAAAAA, VOCE NAO E O ESTILO DE MULHER DE PLYBOY, ACORDA.

Anônimo disse...

A MULHER MELANCIA E LINDA DEMAIS E GOSTOSA, A FERNANDA YOUNG E BURRA MESMO, METER O MALHO NA PRICILA E NA ANDRESA SOARES..... DUAS MULHERES LINDAS DE BELEZA NACIONAL REPRESENTANDO UMA BELEZA BRASILEIRA, AO CONTRARIO DA FERNANDA YOUNG QUE NUNCA FOI BONITA.,MUITO SEM GRACINHA, SEM SALLL, CHATA, RIDICULA.

marcia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

adoro pessoas diferentes, vc é autêntica e nem precisa agradar a todos pq é impossível mesmo...
seja vc sempre para que as mulheres tenham quem se espelhar.
Desirée

andréa disse...

Cara Fernanda Young,

Vendo um trecho (inteira não aguentei) de uma entrevista sua na TV e ouvindo vc falar da inveja dos outros em relação ao seu sucesso (?), me deu muita vontade de te mandar alguns comentários sobre essa questão e sua fala a respeito:

Pelo que conhecço do seu trabalho -Os normais na TV, algumas entrevista do programa Irritando Fernanda Young, uma ou outra crônica que você publicou em revistas femininas - percebo que você tem pouco talento, é medíocre como eu e a maioria da população mundial. Sua sorte (?) ou a razão do seu sucesso (?) é que casou com um cara com certo talento como roteirista, que te colocou na roda de celebridades (?) que têm valor comercial na TV e em outras mídias que correm atrás do expectador mediócre também. Esses 2 fatos, casamento e amizades te colocaram hoje em evidência, mas talento e arte são coisas bem diferentes e distantes do seu mundo.

Acho minha cara, você bonitinha, engraçadinha, moderninha, escritorazinha, enturmadinha e que tal - sorte, estomago, ambição consumista - sei não. Mas respeito, cada um cada um. Só cuide da cabecinha dessas 4 crianças que você cria, se é que isso é possível, com seus valores, idéias, opiniões, gostos e entourage. Mas também acredito no livre-arbítrio para um dia - se quiserem - avançar, superar a base que você possa lhes dar.

Uma última coisa - sei que o amor é cego, que aparência não é tudo, que o que importa é o coração, a alma, blá-blá-blá-blá, mas: seu marido é feio, hem?!

Wellington Felix disse...

Parabéns pelo texto, Fernanda sou se fã desde os normais e quase morro de rir com a serie Separação. Continue sempre nos presenteando com sua presença marcante no nosso universo